A escuta psicanalítica do adolescente na contemporaneidade diante da morte e do morrer

A escuta psicanalítica do adolescente na contemporaneidade diante ...

Taciana Ribeiro Rios de ABREU

Tipo de Obra: Trabalho de Conclusão de Curso

Orientador: Diogo Nonato Reis PEREIRA

Data de Publicação: Jul 11, 2019

Descrição:

O presente artigo infere sobre a importância da escuta na clínica psicanalítica na contemporaneidade. Para isso, foi realizado o levantamento de revisão de literatura bibliográfica, com dados em artigos e bibliografia das obras clássicas da área da psicanálise como Freud e outros colaboradores da psicanálise como: Jacques Lacan, Sônia Alberti e entre outros na contemporaneidade investigam e se referem a esse tempo do ciclo vital como implicativo de conflitos, recalques, que se constituem em sintomas. Foi realizado pesquisa de campo em uma escola particular com alunos na faixa etária de 16 anos da 2°série do ensino médio, para coleta de amostra de dados foi aplicado um questionário com 20 afirmativas. Considera-se relevante a intervenção analítica na adolescência com o enfoque de suas características diante da morte em que acarreta padecimentos psíquicos. Fase da vida designada complexa, o qual recebe influencias culturais que se sobrepõem ao enfrentamento de perdas. Freud nos apresenta como perda tudo o que é de valor emocional para o sujeito, sendo um ideal de alguém, status, país, amigos, propriedades. O artigo proporciona reflexão sobre a demanda cultural atual que está presente na clínica psicanalítica do adolescente. Sendo essencial ressaltar a atenção da escuta analítica que lida com esse sujeito além de sua fala, dando-lhe possibilidade de delinear em seu desenvolvimento analítico o de se fazer ouvir, permitindo elaborar em escolhas suas dores diante da morte e morrer, criando para si um caminho de vivências saudáveis.